quinta-feira, 5 de março de 2009

Filme de quinta






Ontem a noite assisti com a minha mãe Todos dizem eu te amo, do Woody Allen, seguindo minha meta de assistir todos os filmes dele que eu puder. É difícil ver musicais a noite, dá um pouco de sono na hora das musiquinhas, mas eu gostei do filme. Não consigo ainda, por mim mesma, debate-lo. Sobre o que ele é? Amor. É isso? Sobre como o amor começa e recomeça, sobre como as pessoas são diferentes entre si e vêem o amor de formas muito distintas. Eu gostei de ver os vários pontos de vista das personagens, mas a cena que eu realmente mais gostei foi a do final [não leia a partir daqui se você não viu o filme!]: quando Woody e sua ex-esposa se lembram de coisas boas do passado, de como estiveram lá um pro outro mesmo depois de separados e de como a vida dava voltas e voltas na gente... Quanto carinho, quanto respeito, quanto afeto, quanta amizade... É assim mesmo que eu acho que deve ser, sempre que possível =)

Altos: ontem uma coisa curiosa me ocorreu. Eu e minha mãe compramos refrigerantes pra beber comendo pipoca vendo o filme. Ela escolheu uma Fanta Laranja, eu um Guaraná Antártica. Me toquei que esses dois refrigerantes eram pra nós sinônimo de infância [pipoca na panela, começa a arrebentar, pipoca com sal, que sede que dá! Pipoca e guaraná, que programa legal, só eu e você, e sem piruá, que tal??]. Ela confessou que quando criança só bebia Fanta. Achei fofo a gente escolher um refri da infância pra vermos um filme juntas. Mas também constatei mais uma coisa: minha sina é assistir filme com os outros e terminar com eles dormindo do meu lado, heeheheh. Por que que todo mundo que me cerca dorme nos filmes?

Um comentário:

mary disse...

i love fanta more than coca cola! :-D