sábado, 6 de junho de 2009

Uma noite histórica


Ontem eu fui ao show do Skatalites no Circo Voador.

Começando pelo começo, teve Canastra antes e foi muito muito bom. Vazio ainda, tive espaço pra dançar do jeito que eu gosto, andando de um lado pro outro, me mexendo sem parar, aproveitando demais. Que showzão, muito bom, muito bom! clap clap pros meninos.

Mas aí veio o Skatalites, e então... Tanta coisa fez sentido! Eu posso dizer que, como experiência pessoal, o show de ontem foi talvez um dos mais importantes da minha vida MESMO. Porque ontem eu entendi tanto sobre mim mesma durante o show, de uma forma que eu nunca senti em nenhum outro, nenhum. É mega brega dizer, mas o ska está pra mim como o sangue mesmo que corre nas veias. É uma postura de vida, uma atitude do bem, um jeito de ver as coisas, um estado de espírito. Sempre ouço muito rock, adoro. Adoro sambinha, chorinho, música boa em si. Ouço música clássica esporadicamente, gosto de jazz, gosto de músicas típicas loucas de países exóticos. Gosto de metal, de guitarra pesada, se solinho virtuoso. Sem o rock eu não vivo, definitivamente. Não é todo dia que eu ouço ska, embora seja frequente. Mas é algo inexplicável, uma certeza na vida, uma coisa que me move desde láaaa atrás, quando eu era uma adolescente que ouvia ska sozinha nem sei como, que eu sentia que aquilo me dizia alguma coisa. E ontem eu vi os caras que criaram isso tudo, que trouxeram pro mundo o ritmo que move minha alma, e eu quis chorar. Eu tava tão feliz que não chorei porque não conseguia, enquanto o sorriso não saía do meu rosto. Que velhinhos, que filhos dos velhinhos, que banda, que público, que lugar incrível arrumamos pra ver o show, que pessoas tão amadas que estavam do meu lado e me fizeram me sentir tão bem, quanto amor! Hoje eu acordei com a sensação boa de ter ticado da minha lista um daqueles sonhos que a gente guarda na gavetinha. Eu vi um show do Skatalites.

2 comentários:

Filipote Acapulco disse...

Do jeito que tem q ser. postei tb. bjo!

Paulo Monnerat disse...

Foi realmente algo mágico... Foi o tipo do evento que leva as pessoas a exacerbarem (se amarra no português do malandro) todo o sentimento que o estilo musical traz para as pessoas, como aquilo combina com o jeito de ser delas, enfim, como um som pode significar tanto para a vida de uma pessoa. Acho que a mágica tá aí.

E é o show ideal também, só diversão, não rola briga nenhuma, um som que só traz felicidade e ainda carrega toda uma história bonita por trás. Sensacional.

Ótimo post mocinha...! Muito bonito mesmo! Bom demais se identificar com o sentimento dos outros nesse show : )

Muitos beijos!