segunda-feira, 13 de julho de 2009

Loki

Acabei de voltar do meu clássico cinema sozinha. Hoje decidi que veria Loki, filme sobre o Arnaldo Batista, independente de estar morrendo de frio. Que bom que eu fui!
Que filme bom! Tenho adorado os filmes sobre música e sobre nossa história que têm sido lançados, não perco nenhum. Mas de todos os que eu vi, definitivamente Loki foi o que mais mexeu comigo, por mil motivos. Eu adoro Mutantes, ouço com uma frequência média, mas nunca pesquisei muito a história deles e não tinha muita noção mesmo. Me fascinei pela história, pelas imagens, pelas coisas que passei a saber. Principalmente, fiquei muito emocionada com a história do Arnaldo, pelo sofrimento dele, pela chance que a vida deu a ele pra recuperar sua auto estima e o direito de se sentir amado e recuperado. Diferente do Simonal, que morreu na merda, e do Michael Jackson, que acaba de morrer também muito decadente e sem a chance de ter tido um retorno, Arnaldo teve sua chance, ele conseguiu. A Rita Lee seguiu sua carreira solo e foi bem sucedida, tem filhos e netos, nunca senti muita preocupação com ela, embora imagine as dores que ela teve. Mas o Arnaldo, coitado, por pouco não vira uma triste história... Lembro quando os Mutantes "voltaram", com a Zelia Duncan, e eu fui totalmente contra. Achei uma palhaçada, coisa de velho senil. Na época eu estagiava e minha ex chefe foi a um show deles super privado que passou no Fantástico e eu achei uma bobagem. Impressionante como somos imaturos e fechados... Ainda bem que podemos crescer e rever conceitos, mudar de idéias. Hoje eu entendo como essa volta foi essencial pra reerguer o Arnaldo e eles fizeram bem escolhendo uma cantora nada a ver com a Rita, pra assim não ficar comparação: não tem comparação, não tem nada a ver e pronto. Fiquei feliz, amei tudo o que vi e aprendi no filme. Amei acrescentar mais cultura musical à minha cabecinha, que vontade de saber tudo, meu Deus! Que vontade de viver. Acho que o filme em breve vai sair de cartaz, não deixe de ver no cinema, dê bilheteria, é importante!

Ah sim, hoje a pipoca foi acompanhada com brownie. Tava muito frio!





2 comentários:

Bart Rabelo disse...

Os mutantes para mim são a segunda melhor banda da história do Brasil (só ficam atrás do Secos & Molhados), e a genialidade do Arnaldo e do Sergio sempre esconderam histórias boas e ruins. Estou doido para ver esse filme, quem sabe agora, de férias, não consigo finalmente ver todos os filmes legais do mundo?

Filipote Acapulco disse...

Ai ai, e bisneta do general sulista é de longe a cantora brasileira mais gata q subiu nos palcos.

Me pilhou pra ver o filme. Objetivo alcançado Didizoca!
bjusss!